O que é e-mail marketing: entenda porque a estratégia ainda funciona

Você sabia que o e-mail marketing, comparado com o Facebook e o Twitter, pode ser 40 vezes mais eficiente para atingir novos clientes? Sim, é verdade! Aliás, é por isso que esta estratégia é parte essencial do marketing digital e é amplamente utilizada na área.

Descubra, neste artigo, o que é e-mail marketing e se esta estratégia ainda funciona. Além disso, aprenda como começar a disparar e-mails para seus consumidores de maneira efetiva para seu negócio. Continue a leitura!

O que é e-mail marketing? 

Podemos definir e-mail marketing como o envio de e-mails de empresas a fim de convencer o cliente de que é importante tomar a ação que está sendo sugerida.

Mas, não se engane: e-mail marketing não tem nada a ver com spam. Aqui, o objetivo é criar um bom relacionamento com seus clientes, e não encher a caixa de entrada deles de conteúdos irrelevantes. 

Por isso, é importante atentar-se a alguns detalhes antes de sair disparando vários e-mails. Por exemplo: é possível enviar mensagens direcionadas somente a quem estiver interessado naquele produto ou serviço, considerando sempre o estágio do cliente dentro do funil de vendas.

E-mail marketing ainda funciona?

Muita gente acredita que e-mail não funciona mais, mas isso é um mito. De acordo com uma pesquisa feita pela empresa estadunidense Fluent, 68% dos jovens millenials dizem que já foram influenciados por e-mails a comprar um produto ou serviço.

Ou seja, o e-mail marketing funciona sim – e muito bem! Veja algumas das situações nas quais essa estratégia pode ajudar seu negócio:

  • Ser lembrado pelo cliente: às vezes você perde uma compra simplesmente porque o consumidor não lembrou do seu negócio no momento. Nesse caso, o e-mail marketing pode recuperar o interesse dos clientes que esqueceram da sua marca;
  • Acelerar o processo de decisão: se um cliente entrou no seu site e não comprou, por exemplo, você pode enviar um e-mail oferecendo soluções que acelerem o processo de decisão;
  • Conhecer seu consumidor: você não precisa, necessariamente, enviar só e-mails de venda. É interessante pensar em campanhas que construam um relacionamento com o cliente, que te ajudem a entender quem ele é e o que ele busca em seu negócio.
  • Oferecer um produto ou serviço: é possível oferecer seus produtos ou serviços a toda a sua base de leads. Assim, você pode falar sobre os lançamentos, promoções, além de fazer ofertas específicas para certos clientes.

Como aplicar essa estratégia no meu negócio?

Agora que você já sabe os benefícios de adotar o e-mail marketing, vamos entender melhor como aplicar essa estratégia. Confira abaixo 3 passos para começar a criar as campanhas do seu negócio:

  1. Crie sua base de leads: existem várias formas de conseguir sua lista de e-mails. Você pode utilizar os e-mails dos seus clientes já cadastrados, ou desenvolver campanhas para aumentar sua base de leads;
  2. Escolha uma plataforma: existem várias plataformas disponíveis para te ajudar na automação dos e-mails, que vão não só enviar, mas também trarão dados dos resultados das suas campanhas;
  3. Defina os objetivos da campanha: o último passo antes de começar a criar seu e-mail marketing é definir qual é a sua intenção com a campanha: vender mais? Conhecer seu consumidor? Criar vínculo com o cliente? Com o objetivo bem definido, você será capaz de criar um e-mail efetivo.

Para saber mais sobre o assunto, assista ao vídeo feito pelo Deryck, cofundador da D3B Marketing Digital:

E se quiser ajuda para aderir ao e-mail marketing em seu negócio, entre em contato com a nossa equipe!

Posts Relacionados