Postado por: Agência d3b

Como vender online?

O maior desafio que muitos empreendedores enfrentam é como introduzir a empresa no ambiente digital, como alcançar as pessoas e fazê-las comprar, será que é uma boa vender online? Há várias formas de fazer isso e a Equipe D3B separou algumas delas para ajudar você a decidir qual é a que melhor se encaixa para sua empresa. 

Landing Page ou E-commerce?

Quando você se depara com a necessidade de levar o seu negócio para vender online, é comum que surjam dúvidas. O primeiro passo é analisar o que você oferece e quem é o público que tem interesse em adquirir, então, com isso definido, é mais fácil saber como sua empresa será apresentada na internet. 

As Landing Pages são páginas rápidas, normalmente utilizadas para vendas de produtos únicos. Exemplo: Vamos imaginar que você tem uma empresa que vende um kit de suplemento para academia, ele não tem derivações e não vende separadamente, então nesse caso, recomendamos uma landing page, pois é mais fácil colocar todas as informações e adicionar CTA’s chamando o cliente.
Já o e-commerce é um site vitrine, ou seja, lá você vai expor seus produtos e colocar informações sobre eles. Exemplo: Imagine que você tem uma loja de camisetas personalizadas, por ter opções de cores, estampas e tamanhos variados, a disposição de produtos precisa ser facilitada. 

Funil de Vendas

Quando se fala em vender online, se você possui o público alvo e o seu site, o funil de vendas é o que vai ligar esses dois por meio de processos de atração. Ele consiste basicamente em estratégias com conteúdos, fazendo com que capte leads. Um formato bem utilizado é o funil abaixo:

Funil de vendas com tráfego, visitantes, leads, oportunidade e clientes
Imagem de Contador Agora

 Com ele você consegue filtrar os usuários que de alguma forma foram atraídos pela sua marca, dos que realmente se interessam em comprar seu produto ou serviço. 

Atrair

É a fase onde você precisa chamar a atenção do seu público, por esse motivo quanto mais informações, melhor. Você precisa saber quem é, o que ele gosta, onde ele está, o que consome e etc. Caso tenha uma persona definida, é mais fácil traçar a estratégia de atração, caso não tenha, é essencial identificar uma, assim você consegue ser mais assertivo. É possível atrair através de artigos em blog, post em redes sociais, ebooks, vídeos, lives, com temas que sejam relevantes para seu público. Lembrando que no ambiente online, quanto menos aparente a intenção de vender, melhor.

Converter

Depois de conseguir chamar a atenção, você precisa de CTA’s que façam esses usuários deixarem algum contato para que você possa se relacionar com ele. Em estratégias para o ambiente online, é muito comum em vários funis utilizarem o email marketing para que você possa se relacionar com os usuários. 

Por exemplo: vamos supor que você cria um artigo com o título “Como criar sua camiseta personalizada?”, as pessoas que tem interesse nesse assunto, ou seja, que querem a resposta para essa dúvida, serão atraídas. No meio do artigo pode colocar um banner ou um pop-up na página oferecendo um ebook, “Como criar suas estampas” por exemplo, e para que essas pessoas tenham acesso a esse material, precisam deixar o endereço de email. Assim você consegue atrair as pessoas e mostrar que você existe, sem a necessidade de falar em vender a todo o momento.

Relacionar

Depois que os usuários deixam o email, eles automaticamente viram Leads. Essa etapa é onde ocorre a Nutrição de Leads, onde é feita entrega de mais informações e conteúdos que façam com que cheguem na conclusão de adquirir seus produtos.

Vender 

Aqui acontece o que todo empreendedor espera, que são as vendas. Depois de todo o processo de atração e nutrição, o lead vira cliente após a compra. 

Bônus: Pós-venda

Muito importante você planejar um processo de pós-vendas. Assim você consegue fazer com que os seus clientes sejam advogados da marca e assim criar um ciclo de indicações boca a boca. 

ADS

Os Advertisement (Propagandas), são os famosos post patrocinados ou impulsionados. Os ADS podem ser feitos no Facebook e Google, tendo vários formatos, dando opções para você adaptar sua estratégia, fazendo com que alcance seu público. Quando começa a vender online, os ads são grandes aliados na fase de atração. Lembrando que podem ser utilizados em várias estratégias. 

O visual conta muito no ambiente online?

Para vendas online a apresentação do seu produto ou serviço precisa ser muito atrativa para conseguir vender. Muitos acham que não precisam se atentar a isso, mas um fator que faz grande diferença na hora do cliente escolher entre você e o seu concorrente, são as imagens.

Como você está tirando fotos dos seus produtos? Não vamos falar de câmeras profissionais, embora seja uma boa alternativa tirar fotos com um profissional, entretanto, para quem está começando, um celular ajuda. Atente-se ao tirar fotos dos seus produtos, observe se o fundo destaca mais que o produto, se tem muita ou pouca luz, se o foco está ativado, prefira tirar fotos não muito perto para que consiga recortar. 

Loja própria ou Marketplace

Quando você busca por maneiras de inserir a sua empresa no digital, se depara com duas alternativas: criar um e-commerce da sua empresa ou coloca-la em um marketplace, no ambiente online possuem várias empresas que oferecem hospedagem de site e marketplace, pesquise o que cada uma oferece antes de contratar, sempre avalie o que melhor se encaixa para você. É aí que muitos se deparam com dúvidas, mas tudo depende do cenário em que você se encontra. Cada plataforma tem suas vantagens e desvantagens e por esse motivo é preciso analisar. Está começando? É recomendado que comece a vender por um marketplace, mas se sua empresa pode investir em uma loja própria, não pense duas vezes. O Deryck, cofundador da agência D3B fez um vídeo explicando melhor sobre o assunto, confira!

O blog ajuda a vender online?

Tem quem não acredite nos blogs, mas todas as pesquisas que você faz no Google em busca de respostas vem deles. Além de serem grandes aliados em propagar informação, são ótimos para ajudar em vendas, isso pois fazem com que sua empresa vire autoridade em algum assunto, claro que isso vem com a criação de conteúdo relevante, que consequentemente garante um ranqueamento em posições altas em buscas. 

Com todas essas dicas, você está pronto para colocar sua empresa para vender na internet?

Acompanhe mais conteúdo pelas nossas redes sociais: Facebook | Instagram | Linkedin | Youtube

Posts Relacionados